Pré-candidata à presidência pelo PCB visita Alvorada

Sofia Manzano esteve no município durante esta semana

210
Foto: PCB Alvorada / Divulgação / OA

Alvorada recebeu, esta semana, a visita de Sofia Manzano, pré-candidata à presidência pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB). Natural de São Paulo e atualmente morando em Vitória da Conquista, Bahia, aproveitou a oportunidade de estar em Porto Alegre participando do 40º Congresso Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) para conhecer o município e as lutas dos alvoradenses. Foi recebida na quarta-feira (30) por Rafael Melo, secretário político do PCB em Alvorada e membro do Comitê Regional do Rio Grande do Sul.

Em entrevista ao jornal O Alvoradense, Sofia falou não só de política e economia, mas também de seu empenho de levar a população brasileira à reflexão e ao debate sobre questões nacionais que impactam a vida de todos.

Sua intenção é visitar os mais diversos municípios ao longo do período pré e eleitoral para disseminar as diretrizes do PCB que quer ser uma alternativa de esquerda para a crise brasileira, ampliando o debate político além da extrema direita e a “reedição da coalisão Lula que está surgindo”, classifica Sofia.

Ainda que seja paulista, a pré-candidata conta que conhece o Rio Grande do Sul como poucos. O pai, quando das férias em família, costumava viajar de carro pelo estado, chegando até o Chuí. “Conheço todas as regiões e, principalmente, as mais diversas estradas. Meu pai não costumava repetir caminhos”, recorda.

Indicação

Conforme avalia o PCB, no momento a maioria das forças políticas está propondo alianças com setores que são responsáveis pela situação que o País está vivendo. Assim, a indicação da pré-candidatura de Sofia Manzano significa um “contraponto que aponta para a reconstrução do Brasil na perspectiva do poder popular, mediante um programa que busca uma transformação radical da sociedade brasileira”.

Muito além de um projeto eleitoral, Sofia quer apresentar um projeto para as pessoas repensarem o País, aproveitando esta época, quando a população está mais atenta aos debates políticos.

“Precisamos reorganizar a classe trabalhadora, impulsionar movimentos e organizar população para que seja capaz de reivindicar e sustentar suas conquistas”, avalia a pré-candidata ressaltando que muito do que foi alcançado nas últimas décadas acabaram sendo perdidas ao longo dos anos. “Há muito tempo temos um governo que não avança e que apresenta problemas estruturais, principalmente da classe trabalhadora. Queremos ser um governo que realmente tenha como prioridade os trabalhadores”.

Entre as propostas está a revogação do teto de gastos e da lei de responsabilidade fiscal, “que acabam limitando o poder de investimento dos governantes nos estados e municípios”.

Biografia

Sofia Padua Manzano, 50 anos, nascida em São Paulo é economista e professora na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Há nove anos vive em Vitória da Conquista, na Bahia.

Doutora em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP), é militante do PCB desde 1989, membro do Comité Central do PCB e foi presidente da União da Juventude Comunista (UJC).

Em 2014 foi candidata à vice-presidência do Brasil, concorrendo com Mauro Iasi para presidente.

Para conhecer melhor a pré-candidata e a proposta do PCB é possível acessar as redes sociais Instagram @pcbpartidao @sofiamanzanopcb ou Facebook de Sofia Manzano.

Foto: PCB Alvorada / Divulgação / OA

PCB Alvorada

Desde que o PCB voltou atuar no município, em dezembro de 2016, todos os pré-candidatos à presidência apoiados pelo partido visitaram a cidade.

A última oportunidade foi em 2018, quando a chapa apoiada pelos comunistas, formada por Guilherme Boulos e Sonia Guajajara, ambos do PSOL, esteve no anfiteatro do Instituto Federal Campus Alvorada, que lotou.