Documento foi lido pelos servidores, que não aprovaram contra proposta | Foto: Jonathas Costa / OA
Documento foi lido pelos servidores, que não aprovaram contra proposta | Foto: Jonathas Costa / OA

Em meio a paralisação dos servidores municipais nesta terça-feira, a prefeitura apresentou uma contra proposta para a categoria.

Por meio de um ofício ao presidente do sindicato, Rodinei Rosseto, o governo reiterou a proposta do reajuste de 30% no vale-refeição, sem alteração na proposta dos descontos. 

• FOTOS: Confira mais imagens dos protestos desta manhã

A diferença, desta vez, foi o anúncio do acolhimento de uma das propostas do sindicato. “Foi acolhido na mesa de negociação (…) o estudo de impacto financeiro sobre as contas municipais ao pagamento do vale alimentação a todos os servidores em gozo de férias ou licença saúde”, diz o documento.

Ao ser lida no microfone a proposta foi recebida sob vaias dos servidores, que consideraram haver pouco avanço no atendimento das reivindicações. A proposta, no entanto, deve ser votada em assembleia da categoria no próximo dia 20.

Confira o documento na íntegra:

Prezado Senhor,

Ao cumprimentá-lo, conforme estabelecido na mesa de negociação, estamos ratificando a proposta apresentada pelo município e já de conhecimento da categoria. Ademais foi acolhido na mesa de negociação, por parte do Governo Municipal, o estudo de impacto financeiro sobre as contas municipais ao pagamento do vale alimentação a todos os servidores em gozo de férias ou licença saúde.
Reafirmamos o compromisso de diálogo permanente à direção sindical.
Atenciosamente.

Ramiro Passos
Secretário Municipal de Administração

Antonio Begnini
Secretário Municipal da Fazenda

Servidores se concentraram em frente à prefeitura ao longo da manhã | Foto: Jonathas Costa / OA
Servidores se concentraram em frente à prefeitura ao longo da manhã | Foto: Jonathas Costa / OA

Fonte: O Alvoradense