Empresa deve concluir estudo até o dia cinco de setembro | Foto: CCS/Divulgação/OA
Empresa deve concluir estudo até o dia cinco de setembro | Foto: CCS/Divulgação/OA

A Secretaria da Fazenda da prefeitura contratou uma empresa para realizar auditoria em todas as contas do ano de 2012 da administração municipal em que são credores, fornecedores e prestadores de serviço e que, por falta de recursos no caixa, ainda não foram pagos.

Os valores devidos a cada empresa são superiores a R$ 20 mil. Débitos abaixo dessa quantia já foram pagos por critério estabelecido pela gestão após 100 dias de governo.

Os pagamentos foram efetivados a partir da comprovação realizada em cada secretaria da devida prestação do serviço ou do fornecimento do produto.

A empresa contratada por meio de licitação pública para realizar a auditoria é a Maciel Auditores Independentes, de Porto Alegre. A empresa vai realizar uma análise minuciosa para constatar se os bens ou serviços foram efetivamente prestados ou entregues pelos cerca de 50 credores à administração municipal.

O prefeito Professor Serginho determinou o processo licitatório para a contratação da consultoria em razão do grande volume de restos a pagar com insuficiência de caixa na ordem de R$ 10 milhões.

Ele ressalta que não está se negando a pagar, mas quer ter a certeza de que tanto o bem ou o serviço foram entregues ou devidamente prestados. “Quero ter a certeza que nenhum pagamento que farei seja questionado pelos órgãos que fiscalizam a gestão pública, tal como o Tribunal de Contas do Estado”, enfatizou.

“Após a auditoria e diante da escassez [de recursos financeiros] estabelecerei um cronograma que certamente será de longo prazo para saldar tais dívidas que foram contraídas sem previsão em caixa para pagamento. Estamos falando de débitos referentes do governo que me antecedeu”, destacou Serginho.

A auditoria deve estar concluída até o dia cinco de setembro.

Fonte: O Alvoradense