Foto: Michael Schwenk / Fotos Públicas

A prefeitura de Porto Alegre confirmou nesta quarta-feira o primeiro caso do novo coronavírus na capital gaúcha, trata-se do primeiro na Região Metropolitana e o segundo no Estado.

A paciente é uma mulher, de 54 anos, que retornou de Bergamo, na Itália, no último final de semana. Ela fez exame nessa segunda e o resultado foi confirmado nessa terça pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

Em entrevista coletiva, o prefeito Nelson Marchezan Júnior detalhou o caso. Disse que a paciente passou cerca de 40 dias na Itália e retornou no dia 6 de março. Os sintomas apareceram no dia 7: febre, dor no corpo, fraqueza e tosse. Ela, então, entrou em contato com a vigilância para informar da situação e marcou uma coleta domiciliar para a segunda. O teste positivo para a Covid-19 foi informado a ela ontem.

De acordo com o prefeito, a filha da mulher, de 34 anos, esteve na viagem e começou a apresentar sintomas no dia 9 de março. A coleta de amostras para teste do coronavírus em domicílio foi marcada para esta quarta-feira. Além dela, um casal que teve contato com a família será investigado. Eles apresentam febre, dor de garganta, cefaleia e coriza. A equipe de vigilância recolherá amostras também hoje.

“Esse primeiro caso talvez seja emblemático do procedimento correto que deve ser feito. Entrar em contanto com a vigilância para marcar a coleta e evitar circular pela rua”, afirmou Marchezan.

Campo Bom

Ontem, foi registrado um paciente com a doença em Campo Bom. Um homem, vindo da Itália, foi diagnosticado no Vale do Sinos. Com 60 anos, ele retornou do país europeu no dia 23 de fevereiro. A partir daí, apresentou sintomas e foi encaminhado para o isolamento domiciliar.

De acordo com a secretária municipal de Saúde de Campo Bom, Suzana Ambros, o homem é monitorado constantemente e não apresentou nenhum problema respiratório.