Prefeitura exonera cargos do PSB, mas parte da sigla se mantém no governo

Em nota, prefeitura informou que apenas os cargos indicados pelo vereador Reginaldo Rocha foram dispensados

O governo Appolo decidiu exonerar parte dos cargos vinculados ao PSB. O movimento, anunciado nesta terça-feira (2), não retira a sigla na sua totalidade da base do governo.

Em nota, a prefeitura informou que apenas os cargos indicados pelo vereador Reginaldo Rocha (PSB) foram dispensados. A informação foi confirmada pelo partido.

“Defendemos que o PSB tenha uma candidatura a vice e impossibilitado de ter a candidatura no governo, nada mais justo que trilhar um novo caminho”, explica Vladimir Massa, presidente municipal da sigla. O entendimento, contudo, não é consenso no partido. “Parte entende que deve permanecer”, pondera, ao explicar que o partido ainda deve debater internamente um posicionamento oficial para as eleições.

Na nota divulgada pelo governo, o prefeito avalia que o grupo do partido que se mantém no governo “muito tem auxiliado a administração em seus objetivos de melhor servir a comunidade”.

Para o vereador Reginaldo Rocha, a saída de seu grupo, apesar de concretizar um afastamento oficial, não o coloca no lugar de oposição. “Mesmo fora da base, todos os projetos do Executivo que forem bons para a cidade eu votarei favorável”, pondera.

Veja a nota na íntegra:

Prefeitura exonera cargos do PSB, mas parte da sigla se mantém no governo