A prefeitura de Alvorada iniciou na manhã de hoje (22) mobilização para reparar os danos causados pelo temporal que se abateu sobre a cidade e a região metropolitana no sábado (20). Desde as primeiras horas desta segunda-feira, equipes das secretarias municipais de Obras e Viação, Serviços Urbanos, Segurança e Mobilidade Urbana, Meio Ambiente, junto com o Corpo de Bombeiros realizam diversas ações como a retirada de galhos, árvores e objetos que trancam acessos e danificam construções.

A Defesa Civil de Alvorada ainda não conseguiu fazer um balanço sobre o número de casas atingidas, mas até o final da tarde deverá divulgar um balanço. Entre os bairros mais afetados estão Americana e Algarve-Porto Verde. No início da manhã a estimativa era de que 127 mil clientes ficaram sem o abastecimento de energia elétrica em todo o Estado.

A maioria ainda é pela AES Sul, com 100 mil pontos estão sem luz. Já na área de atuação da Rio Grande Energia (RGE), o número baixou de 30 mil para 15 mil desabastecidos. As cidades mais comprometidas pela concessionária são Cruz Alta, Taquara, Santo Ângelo e Nova Prata.

Pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), ainda há 12 mil clientes com falta de energia, e a previsão de retomada de luz para o meio-dia foi adianta, segundo a companhia. A justificativa é a dificuldade para as equipes chegarem nos locais com problemas. Árvores caídas estariam impossibilitando a chegadas das equipes. Capital e Região Metropolitana concentram a maioria dos clientes afetados.

Fonte : O Alvoradense