Logo na entrada da cidade, sequência de lâmpadas queimadas segue até a Frederico Dihl | Foto: Jonathas Costa / OA

Dois dos principais pontos de Alvorada estão às escuras. Há pelo quinze dias, os postes de iluminação pública da avenida Presidente Getúlio Vargas apresentam problemas justamente nos locais de maior movimentação da cidade.

O primeiro deles é logo na entrada do município, no limite com Porto Alegre. A sequência de postes com lâmpadas queimadas vai da ponte com a avenida Baltazar de Oliveira Garcia até a esquina com a avenida Frederico Dihl.

Nesse ponto o risco aos motoristas aumenta devido ao canteiro de obras que ocupa uma das pistas na esquina com a rua Elpídio Correira da Silveira. A situação não é pior devido a iluminação de um posto de gasolina que fica no local.

Já no Centro da cidade, em frente ao prédio da Prefeitura, uma nova sequência de postes desligados segue por alguns metros. São nove completamente às escuras e outros dois com uma das duas lâmpadas queimadas.

Na semana passada o jornal O Alvoradense revelou que a Cristel, empresa responsável pela manutenção da iluminação pública na cidade, suspendeu os serviços. O motivo é a falta de pagamento da Prefeitura, que já dura mais de 90 dias.

A companhia atua na cidade desde outubro de 2014. Na época, a Prefeitura aumentou a taxa de iluminação pública para viabilizar a contratação da empresa.

O setor financeiro da empresa, com escritório em Encantado, afirma que está cumprindo as obrigações contidas no contrato e que aguarda o restabelecimento da normalidade dos pagamentos.

Fonte: O Alvoradense