Manifestação contra a corrupção e pela saída da presidenta Dilma Rousseff reuniu 100 mil em Porto Alegre | Foto: Daniel Isaia / Agência Brasil

O domingo de protestos pelo País reuniu 105 mil pessoas nas ruas de Porto Alegre, divididos em dois atos distintos.

O primeiro deles, que começou pela manhã na Redenção e tinha como objetivo manifestar apoio ao governo e a democracia. Segundados dados dos organizadores, 10 mil pessoas passaram pelo local ao longo do dia. Já a Brigada Militar somou 5 mil.

A manifestação começou com um “coxinhaço”, no qual diversas coxas de galinha foram assadas. Representantes de entidades sindicais e políticos do PT, como os ex-governadores Olívio Dutra e Tarso Genro, além do ministro Miguel Rossetto, discursaram.

O segundo ato iniciou por volta das 14h no Parcão e, segundo os organizadores, reuniu 140 mil pessoas. A BM, contudo, estimou o público em 100 mil.

No fim do evento, os participantes fizeram uma “oração coletiva”, onde reconheceram a culpa de “deixar que a situação chegasse a este ponto”. Logo depois, entoaram o hino nacional, pouco antes do fim do protesto.

Protestos no Interior
Em Caxias do Sul foram 28 mil pessoas nas ruas contra o governo federal. Pelotas, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Canela, Vacaria, Cachoeira do Sul, Alegrete e Passo Fundo tiveram pelo menos 100 manifestantes. Em todo o Estado, conforme a Brigada Militar, 207 mil pessoas participaram de manifestações, somados aos atos da Capital.

Fonte: O Alvoradense / Com informações do Correio do Povo