Beto Albuquerque era bastante próximo de Eduardo Campos e Marina Silva | Foto: Cássio Peres / PSB / Divulgação

Após reunir a Comissão Executiva Nacional do partido, o PSB anunciou na noite desta quarta-feira (20) a ex-senadora Marina Silva como candidata a presidente da República e o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) como candidato a vice.

O anúncio foi feito após a reunião, na sede do partido, em Brasília. Segundo Beto Albuquerque, a chapa recebeu aprovação unânime da executiva. Com a decisão, a legenda tem até o próximo sábado (23) para registrar a nova chapa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A mudança na cabeça de chapa é anunciada uma semana depois da morte do candidato Eduardo Campos em um acidente aéreo, em Santos (SP) – Marina Silva era a candidata a vice. Além do ex-governador de Pernambuco, morreram outras seis pessoas, dos quais dois pilotos e quatro assessores de campanha.

Ao chegar à reunião, na sede do PSB em Brasília, Beto Albuquerque disse que Marina e ele serão fiéis aos compromissos do PSB e aos projetos de Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco, ex-dirigente do partido e avô de Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no último dia 13, em campanha para a Presidência da República como candidato da coligação. A ex-senadora era sua companheira de chapa.

“Marina vai cumprir os acordos firmados pelo ex-governador Eduardo Campos. Marina e Beto não vão fazer o que querem. Vão fazer o que Brasil exige e precisa, e o que o povo quer. Isso está expresso no nosso programa de governo. E este é o nosso compromisso”, afirmou o deputado.

Beto Albuquerque disse que irá trabalhar e honrar todos os compromissos e acordos feitos por Campos. “Vamos andar pelo Brasil nestes 47 dias de campanha e pregar nosso programa de governo”, acrescentou.

Fonte: O Alvoradense / Com informações do G1 e Agência Brasil