Rede Carnetti investe em Alvorada trazendo novos empreendimentos

São ações que devem modificar a cidade, entre elas a duplicação da ponte da Gleba

10469
Centro de Distribuição Carnetti, em Alvorada / Foto: Magno Derlon / Especial / OA

São muitos os investimentos surgindo na cidade, principalmente ao longo da avenida Presidente Getúlio Vargas, nos últimos meses. Prédios sendo erguidos, terrenos recebendo terraplanagem e obras iniciando… tudo isso em tempos de pandemia.

Um dos investidores é a rede de supermercados Carnetti, que está no município desde 2005, quando adquiriu o imóvel da travessa Antonio Vieira, bairro Sumaré, onde hoje funciona o Centro de Distribuição e o setor administrativo da empresa. 

Ao longo desses 16 anos o empresário Itamar Luiz Lorenzatto, conheceu a cidade e viu o potencial econômico existente e foi surgindo o interesse por novos investimentos.

E a intenção é ampliar, ainda mais, sua presença em Alvorada, com a instalação de mais dois empreendimentos, um no bairro Americana e outro no Centro da cidade, gerando cerca de 500 empregos diretos.

Enquanto isso não acontece, Carnetti marca presença com a duplicação da ponte da Gleba, que deve ser inaugurada em breve, e a doação de um terreno que possibilitará a ligação das ruas Caetano Dihl e Nova Prata. Estas são contrapartidas apresentadas pela rede frente aos investimentos que ainda surgirão.

Por que Carnetti

Nos anos 90 Itamar Lorenzatto, natural de Caxambu do Sul/SC, revendia produtos da colônia, seus e de vizinhos de Casca/RS, em pequenos estabelecimentos de Porto Alegre. Um deles, localizado no bairro Sarandi, chamou a atenção pelo constante movimento e vendas.

Assim, em janeiro de 1997, os Lorenzatto assumiram as atividades do Supermercado Carnetti. O nome, original do empreendimento, permaneceu por sugestão do proprietário do prédio, e foi aceito pois havia uma tradição de mais de 30 anos de atendimento.

‘Sob nova direção’, as vendas cresciam a cada período e surgiu o interesse dos clientes em comprar em grandes quantidades, o que levou Itamar a inaugurar, em 2003, o Atacado Carnetti, também no Sarandi.

“Nosso público é basicamente classe C, oscilando entre D e B, o que nos torna atrativos para um grande público”, comemora o empresário ao avaliar Alvorada como um mercado muito promissor.