Foto: Divulgação / OA

Neste segunda-feira (7), após análise de recursos, foi divulgado o mapa definitivo da 18ª rodada do Distanciamento Controlado no Rio Grande do Sul. A partir de amanhã, terça-feira, o Estado contará com oito regiões, que correspondem a 184 municípios na bandeira vermelha, com alto risco de contágio para Covid-19.

A região de Porto Alegre volta para a bandeira vermelha após uma semana classificada com risco médio de contágio. Também se encontram em alto risco as regiões de Canoas, Palmeira das Missões, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Erechim, Santo Ângelo e Cruz Alta. As 13 demais regiões aparecem na bandeira laranja. A definição desta segunda-feira mostra um aumento no perigo de contágio no estado, já que na última semana apenas quatro regiões apareceram na bandeira vermelha.

O maior impacto do retorno de Porto Alegre e outras três regiões à bandeira vermelha é o retorno às aulas presenciais, como os protocolos do Governo do Estado definem que apenas as regiões que permanecerem ao menos 14 dias consecutivos fora da classificação de alto risco podem ter a volta das atividades presenciais, e a região de Porto Alegre permaneceu apenas sete dias na bandeira laranja.