Reunião põe fim à greve dos monitores sociais

118
Reunião ocorreu na tarde desta segunda-feira na prefeitura | Foto: Sima/Divulgação/OA
Reunião ocorreu na tarde desta segunda-feira na prefeitura | Foto: Sima/Divulgação/OA

A greve dos monitores sociais de Alvorada durou menos de 24 horas. Após um dia de mobilização em frente ao prédio da prefeitura, representantes da categoria, acompanhados do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Alvorada (Sima), Rodinei Rosseto, foram recebidos pelos secretários de Administração, Ramiro Passos, e de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Airton Alminhana.

De acordo com o Sima, Passos informou que o Governo Municipal estava disposto a melhorar a proposta inicial e apresentá-la na próxima sexta-feira (31).

A prefeitura apresentou proposta de reajuste salarial aos servidores de 16% acima da inflação, além de 15% a mais de adicional no salário base para monitoria, passando dos atuais 30% para 45%. Os valores representariam um adicional de cerca de R$ 500 no salário dos servidores.

Durante a reunião, no entanto, o grupo apresentou uma contra-proposta, com reajuste de 20% para todos os servidores e 40% de risco de vida para os funcionários dos abrigos e que atuam na abordagem de rua.

Leia mais:
“Os abrigos são depósitos de crianças”, diz presidente do Sima

Fonte: O Alvoradense