Romaria de Aparecida prestes a ser incluída no Calendário de Eventos do Estado

Proposta da deputada Estadual Stela Farias, teve parecer favorável de comissão da Assembleia Legislativa

93
Foto: Paulo Cavalheiro / Pastoral da Comunicação / Arquivo / OA

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Estado aprovou, em reunião ordinária nesta terça-feira (21), parecer favorável ao Projeto de Lei 58/2022, de autoria da deputada Stela Farias (PT), que inclui a Romaria de Nossa Senhora Aparecida que acontece em Alvorada, no Calendário Oficial de Eventos do Rio Grande do Sul.

Aprovada por unanimidade, com 10 votos favoráveis e nenhum contrário, a proposta vai agora para o Departamento de Assessoramento Legislativo, que definirá se há necessidade de aprovação de outra comissão ou segue para apreciação em plenário.

A Romaria acontece a cada dia 12 de outubro, dia da Padroeira do Brasil e, de acordo com Stela Farias, é um dos maiores eventos religiosos da Região Metropolitana, reunindo milhares de fieis vindos de diversos municípios.

A Romaria de Alvorada, organizada pela Paróquia do Sagrado Coração de Jesus e Capela Nossa Senhora Aparecida, “iniciou no ano de 1993 com uma caminhada que reuniu 2.500 fiéis, a cada ano vem num crescente e hoje atinge quase trinta mil pessoas, acompanhada de mil carros e motos”, afirma a deputada na Justificativa da matéria.

Programação

A programação religiosa tem início com as Missas preparatórias, ainda no começo do ano; retiros organizados pelo movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC); atividades da Juventude, com apresentações de diferentes grupos, movimentos e pastorais juvenis, e, por fim, a grande carreata entre a Capela Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Aparecida, e a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, Jardim Alvorada, formada por milhares de pessoas.

No destino final da Romaria acontecem celebrações, momentos de devoção e bênçãos que se estendem ao longo do dia. Ainda naquele local acontece a Mostra de Ações Sociais Solidárias, reunindo grupos que se constituem a partir do conceito de ajuda ao próximo, de forma solidária.

 “A Romaria busca homenagear a imagem que, há 300 anos, foi encontrada por pescadores no Rio Paraíba e tornou-se a Padroeira do Brasil. Fiéis dedicados à Santa lembram que a Romaria de Nossa Senhora Aparecida nasceu como uma caminhada e que hoje, 29 anos depois, é considerada uma das maiores romarias do Estado em homenagem à padroeira, reunido milhares de devotos”, afirma Stela, comemorando a aprovação do parecer favorável emitido pelo relator, deputado Sérgio Turra (PP).