Alunos se apresentaram durante competição em Pantano Grande, no Centro do Estado | Foto: São Marcos / Divulgação / OA

O ano de 2015 está sendo de grandes realizações para a Banda São Marcos. Após a viagem de estudo ao Texas, nos Estados Unidos, onde músicos e regentes puderam participar de intercâmbio de 10 dias de convivência e aprendizado em uma região de grande tradição da música marcial, chegou a vez de mostrar o talento em terras gaúchas.

No sábado, dia 17, o grupo foi à cidade de Pantano Grande, no centro do Estado, participar do 24º Campeonato Gaúcho de Bandas e Fanfarras, evento organizado pela Federação de Bandas do Rio Grande do Sul (Febargs). E pela terceira vez Alvorada conquistou o 1º lugar, sendo a grande campeã na categoria Banda Marcial Infantojuvenil. O tricampeonato conferiu ainda à banda o título de Banda de Ouro do Estado do Rio Grande do Sul, troféu que foi entregue junto com o do 1º lugar.

Com o slogam “Juntos Somos Um”, os jovens alunos da Escola São Marcos, regidos pelos maestros André de Oliveira e Everson Silva, comemoraram a conquista, sendo essa uma das primeiras oportunidades que tiveram de apresentar novidades trazidas do intercâmbio com a Faculdade de Música, ocorrido em setembro último.

E a São Marcos segue se preparando para as diversas atividades que ainda acontecem este ano. Em novembro a agenda está repleta de compromissos, entre eles, Jantar Baile Banda São Marcos, dia 14, no ginásio da escola e no dia 29, ainda em Alvorada, o Festival de Bandas.

Outro importante compromisso acontece dia 15, quando do Campeonato Estadual Associação Gaúcha de Bandas, em Balneário Pinhal e ainda um Concerto no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do Estado, no dia 21.

Texas
Em sua segunda viagem internacional, a primeira foi em 1998, quando participou de um Festival Internacional no Chile, a Banda Marcial São Marcos foi aos Estados Unidos em busca de aperfeiçoamento e de se transformar em uma march band, grupo musical de grandes shows, a exemplo das bandas norte-americanas.

Além da experiência acadêmica, o grupo ainda presenciou o apoio de dezenas de pessoas e instituições, que se organizaram para receber os brasileiros com alojamento adequado na cidade, alimentação e transporte terrestre.

Fonte: O Alvoradense