Se o Projeto de Lei (PL) 005/2013 for aprovado nesta tarde, 74% dos diretores das escolas municipais de Alvorada não poderão concorrer novamente ao cargo a partir deste ano. O levantamento foi confirmado pela Prefeitura nesta tarde, que garantiu que não vai retirar o projeto de votação, conforme pedia o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima).

O Sima afirma que o projeto não foi amplamente debatido com a comunidade escolar e pediu o adiamento da votação para março. “Nós não faremos isso para garantir que já nestas eleições as comunidades possam promover a renovação das lideranças escolares”, explicou o secretário de Educação Alexandre Virginio por meio da assessoria de imprensa da prefeitura.

A mudança no peso do voto também foi rebatida pelo secretário. Segundo Rodinei Rosseto, presidente do Sima, é preciso garantir que professores e funcionários tenham como manifestar o seu desejo nas urnas com a mesma proporção que o restante da comunidade escolar. Virginio discorda. “Com o projeto todos os votos terão o mesmo peso o que deixa o pleito mais democrático”, explica o secretário.

O PL deve ser votado nesta quarta-feira na Câmara de Vereadores. A sessão começa as 17h.

Fonte: O Alvoradense