Secretaria de Segurança publica os indicadores de criminalidade de julho

Alvorada é destaque na redução do número de homicídios

432
Foto: Polícia Civil / Fabiano Pessoa / DCS / Arquivo / OA

No final da última semana (13) a Secretaria Estadual de Segurança Pública publicou os dados indicadores de criminalidade no território gaúcho durante o mês de julho. O que mais chamou a atenção foi a redução nos roubos de veículo em todo o Estado, para o menor número já registrado no RS e o destaque para Alvorada, como o município em que mais diminuiu o número de homicídios em todo o Estado.

Roubo de veículos

Em julho, foram 324 ocorrências, o mais baixo total para o período de um mês desde que teve início a contabilização desse tipo de crime, em janeiro de 2002. É a segunda vez em menos de um ano que essa marca é superada – o recorde anterior havia sido alcançado em novembro do ano passado, com 376 casos. Em relação ao pico da série histórica, em setembro de 2015, quando 2.126 motoristas tiveram seus veículos levados sob a ameaça de criminosos, o resultado representa uma redução de 84,8%.

Conforme análise do Governo do Estado,  a redução recorde passa por uma série de políticas públicas implantadas e aprimoradas a partir do planejamento do RS Seguro, com o foco territorial do eixo de combate à criminalidade. O roubo de veículos é um dos indicadores que recebe acompanhamento intensivo por meio da Gestão de Estatística em Segurança (GESeg) em todos os 23 municípios priorizados pelo programa. Dessa forma, ao combater esse crime onde ele mais acontece, se amplia a repercussão sobre o índice geral do Estado.

Também colabora para esses recordes positivos a ampliação dos sistemas de videomonitoramento e cercamento eletrônico no Estado, do qual Alvorada faz parte, que mesmo com o incêndio no antigo prédio-sede da SSP seguiu operando normalmente, a partir de parceria com o Centro Integrado da Cidade Porto Alegre (Ceic). Atualmente, há 253 municípios que contam com o serviço ou estão em fase de implantação. No total, há em funcionamento no Estado aproximadamente 400 câmeras de cercamento eletrônico (com leitor OCR de placas) e mais de 2,5 mil câmeras de videomonitoramento.

Crimes contra a vida

O índice de crimes violentos letais intencionais (CVLI), soma de homicídios, latrocínios e feminicídios, permanece no menor nível da série histórica, iniciada em 2012, quanto o Estado passou a ter contabilização individual nesses três delitos.

Em julho, foram registrados 138 CLVIs no Rio Grande do Sul, marca 6,8% menor que os 148 do mesmo mês no ano passado. Já no período de sete meses desde janeiro, a baixa foi de 16,7%, passando de 1.219 para 1.016 crimes contra a vida, 203 a menos.

O maior destaque é Alvorada, que comparado a igual período de 2020, tem redução de 38% no número de homicídios em julho, sendo que o Estado chegou ao nono mês consecutivo de queda. Em julho, o número de vítimas de assassinatos no RS caiu de 140, em 2020, para 123, neste ano, uma retração de 12,1% e o menor total desde 2006. Frente ao pico da série histórica, em 2016, quando o sétimo mês do calendário teve 247 óbitos, o total atual representa uma diminuição de 50,2%.

Alvorada faz parte do ranking das 10 maiores reduções no acumulado do ano, com sete posições ocupadas por municípios que integram o grupo de 23 cidades priorizadas pelo programa no eixo de combate à criminalidade, o RS Seguro.

Fonte: Governo do Estado RS