Foto: Divulgação / OA

Nesta terça-feira (01), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) lança a campanha “Contra a Covid use máscara, contra Aids e outra ISTs use camisinha”.

O principal público-alvo da campanha é a população das periferias que estão prestes a começar sua vida sexual. A campanha tem como estratégia estimular o uso da camisinha como forma de prevenir a Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), assim como se usa a máscara para combater a Covid-19.

A campanha contará com cards para veiculação nas redes sociais, busdoor para os ônibus de Porto Alegre, anúncios para as TVs do Canal Você da Carris, do Trensurb, do Catamarã, do aeromóvel e da rodoviária. Também foi produzido um spot que será reproduzido pelas rádios da capital e do interior do RS.

Casos de Aids no RS

Segundo o Boletim Epidemiológico HIV/aids 2020, divulgado hoje pelo Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul registrou, em 2019, 28,3 casos de Aids por 100 mil habitantes, uma queda de 34,6% em relação aos 43,3 casos por 100 mil habitantes que foram registrados em 2009. O RS foi estado que registrou a segunda maior queda no número de casos em relação a 2009, atrás apenas de São Paulo, mas ainda é o terceiro com mais casos de Aids no Brasil (em 2009 era o primeiro).

Outro fato importante é que o ranking dos 100 municípios brasileiros com os maiores índices compostos, tem 10 municípios gaúchos, inclusive Alvorada que aparece na 39ª posição. O índice composto leva em consideração a taxa de detecção, taxa de mortalidade, detecção em menores de cinco anos e a média do primeiro exame CD4 (avalia o sistema imunológico de pessoas diagnosticadas com HIV).

O Boletim Epidemiológico HIV/Aids é publicado anualmente pelo Ministério da Saúde, e apresenta informações sobre os casos de HIV e de Aids no Brasil, nas Regiões, Estados e capitais de acordo com as informações obtidas pelos sistemas de informação utilizados para a sua elaboração, e pode ser acessado por esse link.