Foto: Arquivo / OA

Nesta sexta-feira (2), a Secretária Estadual de Educação (Seduc) descartou a realização de testes em massa para a Covid-19 na comunidade escolar. De acordo com o secretário Faisal Karam, não há condições financeiras e logísticas para testar todos os alunos e funcionários. Para Faisal, o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) dá a segurança necessária para os envolvidos.

O secretário ainda salientou que, em caso de mais de um aluno confirmado em uma mesma sala de aula, a escola deve ser isolada.

“A partir do momento em que se identifica um aluno na entrada da escola com a temperatura acima do normal e com sintomas de gripe, esse aluno vai ser testado, se retira ele do meio dos demais colegas, se isola esse aluno, se busca identificar os familiares, seus ciclos de relações. Se tivermos mais de um aluno dentro de uma sala de aula que tenha sintoma semelhante, se isola essa sala e, junto com a Secretaria Municipal de Saúde, se isola a atividade nesta escola, até ter um ciclo novo de não casos.”, destaca Karam.

A testagem periódica de alunos, funcionários e professores foi o principal pedido feito pelo Cpers, sindicato que representa os professores estaduais, para o retorno das atividades presenciais.