Sem dinheiro, prefeitura atrasa salário de CC’s

Governo garante pagamento do 13º salário, mas descarta acerto com fornecedores

217

A confirmação de que os servidores municipais teriam seus salários pagos até o último dia de outubro, mas que os cargos de confiança (CC’s) receberiam apenas no dia 10 de novembro mostra a situação das contas da Prefeitura de Alvorada.

Conforme o secretário da Fazenda, Antonio Begnini, a medida foi no sentido de garantir o equilíbrio nas finanças, que acompanham a crise econômica no estado e país. Quanto ao 13º salários, garante que será pago dentro dos prazos da lei. “Nossa prioridade é o salário. Quanto aos credores, todos devem receber, mas dentro das possibilidades do fluxo de caixa”, considera.

O secretário salienta que a receita de 2015 é semelhante à de 2014, por volta de R$ 300 milhões. Já as despesas se multiplicam. As verbas da União são do Fundef, FPM e receitas de Educação, Saúde e Assistência Social; do Estado, Saúde, ICMS e IPV e do município IPTU, ISSQN, ITBI, taxas e receita da Dívida Ativa.

Esses valores são baixos, pois a cidade está em 25º entre as mais pobres do Brasil. Em seus 11 anos como secretário da Fazenda, três deles em Alvorada, Begnini afirma ser esse o período de maior dificuldade. “Mas acredito que será possível equilibrar as finanças”, prevê.

Fonte: O Alvoradense