Nova Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher de Alvorada funcionará na esquina das ruas Salgado Filho e Sagres, no Centro | Foto: Amanda Fernandes/OA
Nova Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher de Alvorada funcionará na esquina das ruas Salgado Filho e Sagres, no Centro | Foto: Amanda Fernandes/OA

Para muitas mulheres o 8 de Março representa muito mais do que uma data festiva. O Dia Internacional da Mulher é também marcado como um dia de luta contra o preconceito de gênero, contra a segregação feminina e principalmente contra a violência.

E, a partir deste sábado (08), as alvoradenses tem uma nova aliada nessa batalha. A delegada Luciana Muniz Caon toma posse da Delegacia Especializada em Atendimento da Mulher (DEAM) focada em combater crimes de violência doméstica em Alvorada.

Atuando há três anos na Polícia Civil, Luciana já conhece a realidade de Alvorada e sabe da importância da nova delegacia para a cidade. Durante todo o ano passado ela cobriu plantões da Delegacia de Polícia de Ponto Atendimento (DPPA), onde dedicava uma atenção especial aos casos de violência doméstica.

Delegada Luciana Muniz Caon será a titular da Deam de Alvorada | Foto: Amanda Fernandes/OA
Delegada Luciana Muniz Caon será a titular da Deam de Alvorada | Foto: Amanda Fernandes/OA

“Nos meus turnos sempre tive pelo menos uma prisão com acusação de violência doméstica e fui firme ao fazer cumprir a Lei Maria da Penha”, garante com convicção Luciana.

Nem mesmo a delegada esteve livre, nestes primeiros anos da carreira, do preconceito que as mulheres enfrentam em suas profissões.

Por estar inserida em um campo de trabalho em maior parte dominado por homens, ela afirma que precisou de muito profissionalismo para se fazer respeitar pelos colegas e pelos próprios suspeitos que prendia.

“Cheguei a ter dificuldades por ser jovem, por ser mulher, mas não tive muitos problemas. Houve casos de colegas e até presos que debochavam, mas com o tempo conquistei meu espaço”, afirmou.

Expectativa é de muito trabalho
A delegada já conhece as particularidades de Alvorada.  Além de algumas das características mais marcantes da cidade, como a fama de município violento, Luciana reconhece que a partir de segunda-feira (10), quando inicia o atendimento ao publico, terá uma tarefa árdua pela frente.

“A delegacia da mulher era uma anseio da comunidade há pelo menos um ano. A expectativa é de muito trabalho sim, mas sei que as polícias, o poder Judiciário e o Ministério Público são conscientes da importância do cumprimento da lei [Maria da Penha] e do dever de respeita-la”, projeta.

A inauguração da Deam de Alvorada faz parte das comemorações alusivas ao Dia Internacional da Mulher na cidade. A delegacia ficará na rua Salgado Filho, número 215, no Centro.

Fonte: Amanda Fernandes / O Alvoradense