Programa especial sobre o gaúcho Giba Giba irá ao ar no dia 28 de julho | Foto: Divulgação / OA

A partir deste sábado uma parceria entre TVE e TV Brasil apresentam uma série documental sobre a música brasileira. Batizada de “Visceral Brasil – as veias abertas da música” a série tem treze episódios e oferece um vasto panorama da música brasileira de raiz na visão de alguns de seus músicos mais viscerais e representativos

Os episódios irão ao ar semanalmente, aos sábados, às 22h. Destacam-se dois episódios sobre expoentes da música de raiz no Rio Grande do Sul, o mestre e percussionista Giba Giba, com exibição em julho que irá ao ar no dia 28 de julho e o cantor e compositor Pedro Ortaça, que será exibido no dia 28 deste mês.

Durante todo o ano de 2013 e os primeiros meses de 2014, a equipe de produção do Visceral Brasil percorreu diversas cidades de oito estados brasileiros – Bahia, Paraíba, Pará, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rondônia – com o desafio de registrar o universo musical dos treze personagens escolhidos: Bule Bule, Zabé da Loca, Mestre Humberto, Dona Onete, Mestre Vieira, Mestre Laurentino, Côco Raízes de Arcoverde, Dona Maria do Batuque, Pedro Ortaça, Giba Giba, Arlindo dos 8 baixos, o grupo Zambiapunga e os índios Paiter Suruí com a participação especial de Marlui Miranda.

O primeiro episódio da série foi gravado na Bahia em abril de 2013. Intitulado O trovador o cabra e os mundos, o documentário retrata o músico, escritor, compositor, poeta, cordelista, repentista, ator e cantador baiano Antônio Ribeiro da Conceição, o Bule Bule.

A série é uma produção da Plural Filmes, com sede no Rio de Janeiro e em Florianópolis, em parceria com a gaúcha Joner Produções. Com curadoria de Carla Joner e direção de Marcia Paraiso, cada episódio tem uma linguagem própria, definida pelo perfil de cada personagem, pelo ambiente e pela sonoridade.

Fonte: O Alvoradense