Servidores prometem comparecer na sessão para votação do pacote de medidas de Appolo | Foto: Sima / Divulgação / Arquivo OA

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima) realizou manifestação com pizzas durante a sessão da Câmara de Vereadores de terça-feira (22).

Com o objetivo de cobrar uma ”fatia maior” do orçamento do município para o serviço público, dezenas de servidores levavam embalagens de pizza enquanto os colegas distribuíam fatias entre os presentes.

Houve ainda uma forte reação contra a votação do Projeto de Lei 024/2016 que abre crédito especial no valor de R$ 500 mil, para o Fundo Segurança Servidores Municipais de Alvorada (Funsema) para pagamento do Pasep dos trabalhadores da Prefeitura.

Conforme a diretoria do Sima, o projeto “tira dinheiro dos aposentados para Pagar o Pasep, com um saque abusivo de meio milhão de reais”.

A direção do Sima afirma que o projeto é inconstitucional, e que entrará na justiça, através de sua Assessoria Jurídica, para tentar barrar o processo. “Cabe ressaltar também que em maio do corrente ano, o Conselho de Administração do Funsema já havia manifestado, através de ofício, a total contrariedade com o projeto”, afirma a diretoria em nota.

MP

Na tarde de quarta-feira (23) o presidente Rodinei Rosseto, acompanhado de seu vice João Stasiuk  e o tesoureiro Vítor Gomes, entregou ofício em apoio ao Ministério Público de Alvorada, relativo aos processos que tratam da investigação de irregularidades cometidas por político locais.

O documento também registra “a indignação e repulsa do Sima com as manifestações do Presidente da Câmara Municipal, vreador Gerson Luis, proferidas na Tribuna da Casa no dia 22/11/2016, que colocam em dúvida o trabalho realizado pelo Ministério Público de Alvorada.”

Fonte: O Alvoradense