Os servidores municipais vêm enfrentando situações de atraso nos pagamentos de seus salários, que tradicionalmente acontecia no dia 29.

Os problemas iniciaram em julho, quando houve troca do programa utilizado pela Secretaria da Fazenda, e se estendem a cada mês.

Em novembro, a reclamação foi que o depósito só foi feito a tarde do dia estipulado, fora do horário bancário, o que causou transtornos aos trabalhadores.

O governo, contudo, considera que o pagamento feito durante o dia não configura atraso e descarta qualquer problema.

Fonte: O Alvoradense