Servidores prometem comparecer na sessão para votação do pacote de medidas de Appolo | Foto: Sima / Divulgação / Arquivo OA

Tão logo as medidas que integram o pacote de reforma administrativa do prefeito Appolo tornaram-se públicas, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima) já iniciou a mobilização da categoria para tentar barrar a aprovação de algumas das medidas na Câmara.

Em sessão extraordinária, os vereadores devem votar nesta sexta-feira (27), a partir das 10h, o pacote que inclui extinção e unificação de secretarias, criação de uma nova pasta com foco no desenvolvimento econômico do município, a flexibilização de exigências para contratação de cargos de confiança e medidas de impacto direto no funcionalismo: a alteração da data de pagamento para o quinto dia útil de cada mês e uma regra de barreira para negociação salarial, com base na arrecadação do ano anterior.

“Esse ano (a folha) já chegou a mais de 59% (da receita corrente líquida), sem possibilidade de negociação salarial para os servidores em 2017”, alerta o presidente do Sima, Rodinei Rosseto.

A categoria também sinalizou descontentamento com o que classificou de “falta de diálogo do governo”. Segundo a entidade, a Prefeitura não chamou nenhum representante do sindicato ou de servidores para debater as propostas.

Appolo tem ampla maioria na Câmara e a aprovação das medidas não deve enfrentar grandes percalços. Ainda assim, o Sima convocou os servidores para comparecer à sessão desta sexta a fim de pressionar os vereadores.

Fonte: O Alvoradense