Presidente Rosseto foi acompanhado da assessoria jurídica ao Fórum / Foto: Sima / Especial / OA

Nesta sexta-feira (14), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima) protocolou no Foro de Alvorada uma Ação Popular.

O documento possui denúncia contra o município de Alvorada, Câmara de Vereadores, prefeito e vereadores, e pretende suspender as leis 3.023/16 e 3.024/16 ambas de 30 de setembro, que aumentam os salários do prefeito para R$ 18.900,00, vice-prefeito a R$ 12.500,00, secretários R$ 11.070,00 e dos vereadores que passam a receber R$ 11.070,00.

Segundo o presidente Rodinei Rosseto, enquanto isso o Executivo não cumpre a Lei da Trimestralidade, 1.373/2003, que prevê a reposição inflacionária trimestral aos servidores, sob o argumento folha de pagamento ultrapassou o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal LRF 101/2002.

Fonte: O Alvoradense