Alguns pais foram com os filhos até as escolas, porém, em sua maioria, encontraram elas fechadas | Foto: Jonathas Costa
Alguns pais foram com os filhos até as escolas, porém, em sua maioria, encontraram elas fechadas | Foto: Jonathas Costa

O dia de paralisação dos servidores afetou quase todas as escolas estaduais de Alvorada nesta segunda-feira (3). Somente uma seguiu as atividades normalmente. Grande parte irá funcionar com horário reduzido também na terça. O protesto é contra o parcelamento dos salários anunciado pelo Governo do Estado na semana passada.

A Escola Olga Benario Prestes teve aula normal nesta manhã. A tendência é de que as atividades tenham sequência nos próximos dias. Esta foi a única estadual de Alvorada com esse planejamento.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa
• AO VIVO: Veja como foi a cobertura do protestos dos servidores estaduais

A escola Brigadeiro Sampaio não abriu as portas nesta segunda, mas a princípio as atividades serão retomadas normalmente na terça. A Campos Verdes e a Nossa Senhora Aparecida devem seguir o mesmo planejamento. Não é confirmado que as aulas aconteçam no horário integral nos próximos dias. O mesmo para a Osório, no bairro Americana.

Cartazes comunicaram à comunidade escolar o planejamento | Foto: Jonathas Costa
Cartazes comunicaram à comunidade escolar o planejamento | Foto: Mariú Delanhese

Somente dois funcionários compareceram na Maurício Sirotsky. Na Vale Verde a única que esteve no serviço foi a trabalhadora da limpeza. Até o momento não há anúncio se as aulas serão retomadas em breve nessas escolas.

Já a Érico Veríssimo esteve fechada, e nesta manhã os professores se reúnem para definir o cronograma futuro. O mesmo ocorre na Mário Quintana. Os professores da Salgado Filho definirão isso em reunião às 17h. A indefinição para terça-feira também existe na escola Stella Maris.

• BANCOS: Bancos seguem abertos e com expediente normal na cidade 
• SEGURANÇA: Área da segurança é fortemente atingida pela paralisação

As aulas na Júlio César Ribeiro de Souza foram suspensas. Na terça-feira (4) irão acontecer todas, entretanto, em horário reduzido. Pela manhã, os estudantes serão liberados às 10h15min. No período da tarde, eles sairão às 15h15min. Cronograma similar ao da Castro Alves e da Nossa Senhora do Carmo, na avenida Pátria. A escola João Belchior Marques Goulart terá apenas duas horas de atividades letivas nesta terça.

Paralisação atingiu quase todas escolas estaduais | Foto: Jonathas Costa
Paralisação atingiu quase todas escolas estaduais | Foto: Jonathas Costa

A única instituição de ensino estadual que confirmou que se manterá totalmente fechada é a Carlos Drummond de Andrade. Nesta segunda-feira o portão não foi aberto e o mesmo irá ocorrer na terça.

A segunda-feira teve paralisação geral dos servidores. Outras categorias também foram afetadas, em principal a da segurança. No dia 18 de agosto está marcada uma Assembleia para os trabalhadores. Nesta data também não acontecem aulas.

Fonte: O Alvoradense