Com um consumidor mais endividado do que no mesmo período no ano passado as vantagens financeiras como descontos e aumento da variedade de formas de pagamento são as apostas dos supermercados para incrementar as vendas de Natal e Ano-Novo em 2013.

De acordo com um estudo., divulgado nesta segunda-feira (4), pela Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS)  o setor aguarda um crescimento de 7,7 % nas vendas em relação ao mesmo período de 2012.

A pesquisa do Instituto Segmento avaliou as intenções de compra, as projeções de vendas e as variações de preços de 21 itens de alta procura no período festivo de fim de ano. Do total destes produtos avaliados, 14 serão comprados majoritariamente em supermercados e, em média, 48,1% dos gastos totais dos entrevistados com as festas de final de ano vão ficar nos caixas do setor.

Segundo a pesquisa entre os 200 consumidores ouvidos o gasto médio em suypermercados será de R$407,03 para as compras de final de ano. Conforme estimativas da AGAS, os supermercados gaúchos vão absorver pelo menos 20% dos R$9 bilhões que devem ser injetados na economia gaúcha pelo 13º salário.

Além dos produtos alimentícios, os supermercados também dever ser os escolhidos para a compra dos presentes de Natal. De acordo com o estudo 23% dos entrevistados optam por comprar todos os itens das festas de final de ano num mesmo local e incluem nas listas de compras os presentes para a família.

Segundo os dados do Instituto Segmento, 23% de todos os presentes vão ser comprados em supermercados. A variedade de produtos com preço mais baixo é, segundo o estudo, uma das razões para a escolha dos supermercados para a compra de presentes de última hora.

O estudo da Agas afirma que as vendas para as festas de final de ano devem representar 24,5% do faturamento total dos supermercados nos últimos meses do ano. Segundo a pesquisa, 65% dos supermercados pretendem fazer algum tipo de promoção neste período festivo, seja com ofertas em catálogo ou com o sorteio de brindes e até automóveis.

As expectativas dos empresários dão conta de que a carne bovina, as aves natalinas (frangões, perus e chesters), as bebidas em geral (refrigerantes, cervejas e espumantes), os cortes suínos e os panetones serão os itens mais vendidos pelos supermercados para as festas de fim de ano.

Fonte: O Alvoradense