Eduardo Suplicy foi carregado por policiais e detido por desobediência / Foto: Reprodução / OA

O ex-senador Eduardo Suplicy foi detido pela Polícia Militar paulista nesta segunda-feira (25). A ação aconteceu durante protesto contra a reintegração de posse de uma área na zona oeste da cidade de São Paulo.

De acordo com a PM, a detenção aconteceu por ele desobedecer a ordem dos oficiais de justiça de desobstruir a via, sendo retirado do local pelos policiais. Suplicy havia deitado na rua para impedir a reintegração de posse, acompanhado de uma moradora da ocupação Terra Pelada, no Jardim Raposo Tavares, em São Paulo.

Nas primeiras horas da manhã, os moradores tentaram queimar um ônibus, fizeram barricadas e atearam fogo a pneus. Houve confronto com os manifestantes soltando rojões e jogando pedras contra a tropa de choque da PM, que revidou com bombas de efeito moral. Houve ainda troca de tiros e um policial foi atingido no colete de proteção, sem ferimentos.

O político, que é candidato a vereador de São Paulo, foi levado para o 75º Distrito Policial, de onde deve ser liberado após a conclusão do termo circunstanciado por desobediência. Além dele, outras duas pessoas foram detidas.

Fonte: O Alvoradense