Assinatura do convênio ocorreu nesta manhã no Palácio Piratini | Foto: Caco Argemi/Palácio Piratini/OA

O governador Tarso Genro assinou nesta quinta-feira (26), no Palácio Piratini, convênio de R$ 1 bilhão com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal para investimentos em saneamento e esgoto. O valor é originado do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) II e beneficiará 16 cidades gaúchas.

Para Alvorada e Viamão foram separados R$ 58,72 milhões para obras de tratamento de água.

“Em seis anos, com essa captação de recursos, nós abateremos um passivo de 40% de esgoto tratado no RS, que traduz um legado de 50 anos de existência da Corsan”, ressaltou o governador. “Somos o Governo que mais captou recursos em saneamento no Brasil, em termos absolutos”, completou Tarso, ao anunciar que haverá uma nova liberação de recursos, a quarta no setor, de cerca de R$ 400 milhões para Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

“A maior parte dos recursos está sendo destinado para as cidades da Bacia do Rio dos Sinos e Rio Gravataí, o que representa uma população estimada em 2,5 milhões de habitantes em dois mananciais muito importantes para o abastecimento, no que tange à qualidade dos recursos hídricos”, explicou o diretor-presidente da Corsan, Tarcísio Zimmermann.

Com os investimentos, o tratamento de esgoto no Estado, que hoje é de 15% – segundo medições da Corsan – alcançará 40%. Se considerado somente a Bacia dos Sinos e Rio Gravataí e Região Metropolitana o tratado de esgoto será de 80%

Somados com o convênio assinado nesta quinta, um total de R$ 4 bilhões foram liberados para onze cidades investirem em obras de saneamento até 2017. Os trabalhos devem começar já no primeiro semestre de 2014. “Daremos, com estes investimentos, um salto gigantesco do ponto de vista de saneamento básico”, ponderou o secretário de Habitação e Saneamento, Marcel Frison.

Os convênios incluem recursos do Orçamento Geral da União e Caixa Econômica Federal. Confira a lista dos municípios contemplados no convênio assinado:

Municípios contemplados – Orçamento Geral da União:
Canoas (Esgoto): R$ 216,25 milhões
Estância Velha (Esgoto): R$ 71,41 milhões
Nova Hartz (Água): R$ 5,15 milhões
Nova Santa Rita (Esgoto): R$ 29,76 milhões
Parobé (Esgoto): R$ 42,63 milhões
Portão (Esgoto): R$ 23,27 milhões
Santo Antônio da Patrulha (Esgoto): R$ 16,31 milhões
Sapiranga (Esgoto): R$ 34,76 milhões
Taquara (Esgoto): R$ 82,35 milhões

Municípios contemplados – Caixa Econômica Federal:
Alvorada/Viamão (Água): R$ 58,72 milhões
Cachoeirinha (Esgoto): R$ 45,9 milhões
Campo Bom (Esgoto): R$ 78,33 milhões
Gravataí (Esgoto): R$ 123,16 milhões
Guaíba (Esgoto): R$ 28,26 milhões
Guaíba – repactuação PAC I(Esgoto): R$ 26,37 milhões
Santa Maria (Esgoto): R$ 119,19 milhões

Fonte: O Alvoradense