Parecer do TCE alertou para os Foto: Divulgação/OA
Parecer do TCE alertou para a situação financeira do estado | Foto: Divulgação/OA

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou nesta quarta-feira (31), por unanimidade, as contas de 2012 de Tarso Genro. Em sessão que durou mais de duas horas, o relatório apontou 15 ressalvas ao trabalho do governador.

O conselheiro Adroaldo Loureiro destacou, durante a leitura do relatório, a dificuldade para conseguir informações junto à Secretaria Estadual da Fazenda. O item também foi destacado por outros dois conselheiros. Um deles, Alexandre Mariotti, afirmou que a questão quase fez com que ele votasse desfavoravelmente.

Loureiro também alertou para o que considerou “preocupante desequilíbrio orçamentário” no período, responsável por um déficit de R$ 732 milhões. “Fossem desconsiderados os ajustes contábeis oriundos de receitas extraordinárias e das despesas não empenhadas de precatórios, o déficit chegaria ao patamar de R$ 1,9 bilhão”, disse. 

Outro ponto destacado foi em relação à saúde. Os conselheiros alertaram no relatório que, na próxima apreciação das contas, os gastos com aposentados da Secretaria da Saúde e investimentos em saneamento não poderão ser contabilizados na área da saúde.

O documento será encaminhado para a Assembleia Legislativa que decide pela aprovação e arquivamento ou ainda muda a decisão do colegiado.

Fonte: O Alvoradense