Técnico Fransisco acredita que deveria ter marcado mais amistosos antes da temporada começar | Foto: Bruna Cabrera / Arquivo OA

O técnico Francisco chamou para si a responsabilidade pela derrota do Ser Alvorada / São Marcos para o AGF por 5 a 1. A partida, válida pela primeira rodada da Copa Metro-Serra, aconteceu na noite desta quarta-feira (13), em Guaíba.

“Eu assumo a responsabilidade. A direção perguntou se precisava organizar um amistoso antes da estreia e eu disse que era melhor vir direto para o jogo. Pagamos por isso”, avaliou o comandante da equipe alvoradense.

O Leão de Alvorada iniciou bem a partida, mas encontrou um adversário à altura dos desafios que enfrentará na Série Prata neste ano. O AGF disputa a Série Ouro e mostrou excelente desempenho em quadra. Um time ágil e com contra-ataques bem treinados deixou os alvoradenses contando gols tomados.

Após a derrota, Francisco reconheceu erro no planejamento da pré-temporada. “Dos cinco gols que tomamos, quatro foram de falhas da defesa. Isso foi falta dos amistosos. A direção me perguntou se precisava e eu decidi vir direto para o jogo. Assumo o erro”, avaliou o técnico.

Para o jogador Juninho, que estava de aniversário na noite de ontem, a derrota deve ser encarada com maturidade. “Faz parte, a equipe treina há pouco tempo”, ponderou. Binho lembrou o jogo desta noite contra o 4P Futsal, em Esteio, pela Copa dos Campeões: “Quem sabe conseguimos a vitória e sairemos com a cabeça erguida”, sugeriu a promessa alvoradense.

Entre a diretoria a derrota também foi minimizada. “Sabíamos que não seria fácil. No ano passado também começamos perdendo. Esse foi o primeiro jogo do ano. Vamos corrigir os erros e estar forte para a temporada”, projetou Diego Amaral.

Para o presidente do time, Nélio Oliveira, os jogadores devem mirar as próximas batalhas. “O time (AGF) treina há meses em dois turnos enquanto nós reapresentamos o elenco há 30 dias. Bola pra frente, nada mudou.”

Fonte: O Alvoradense