Reeleito prefeito, Appolo vê nova oportunidade de realizar por Alvorada / Foto: Mariú Delanhese / OA

Após alguns dias de descanso, o prefeito eleito José Arno Appolo do Amaral voltou a sua rotina diária na sede do PMDB, onde atende aliados políticos, filiados, amigos e a comunidade.

Em meio a sua agenda, ele recebeu o jornal O Alvoradense para falar da campanha, da transição de governo, coligação e do que ele espera para os próximos quatro anos, quando voltará a ocupar à Prefeitura de Alvorada.

“Ao longo dos anos, Deus sempre me deu a oportunidade de retornar às minhas atividades para poder fazer melhor. Foi assim como delegado em Alvorada, como diretor do Departamento de Investigação da Polícia Civil, como vereador e, agora, como prefeito”, avalia o eleito.

Entre as suas primeiras ações, ele acredita que seguirá com sua atual rotina. Ou seja, ele seguirá atendendo a todos que o procuram. “Uma das poucas promessa de campanha foi justamente essa, de que todos seriam atendidos pelo prefeito. Outra garantia é de que os recursos públicos serão bem aplicados”, garante Appolo.

Ele avalia que a próxima administração municipal será de muitas dificuldades, principalmente financeiras, “sei que não vou conseguir fazer tudo o que eu quero”, lamenta. Mas reitera que o dinheiro será muito bem aplicado, com o cuidado necessário, em um primeiro momento principalmente nas ruas, e prioritariamente na Saúde.

Transição
Quanto à transição de governo, que deve ser feita em conjunto com a gestão do Professor Serginho, ele avalia que as tratativas devam iniciar em novembro. “Estamos dialogando, sem maiores problemas, de forma não oficial”, revela.

Sobre a composição do seu governo, que assume em 1º de janeiro de 2017, Appolo destaca que não realizou composições externas a Alvorada, sendo a coligação com os partidos e as pessoas da cidade. “Não devo nada a ninguém de fora, por isso não corremos o risco de ter que entregar Secretarias a estranhos”, analisa o prefeito eleito.

Caminhada
Ele avalia que sua campanha foi inovadora, ao mesmo tempo que resgatou os moldes antigos de conquista de votos, com muitas visitas, diálogo e caminhada pelos bairros. “Fomos nos lugares mais esquecidos de Alvorada, onde as pessoas necessitam da presença de quem pode mudar a realidade que enfrentam”.

Appolo afirma que sua campanha foi sem muitos recursos. “Estava preparado para ser candidato a vereador, e era essa a verba que eu tinha reservada para este ano”. Mas, acrescenta o grande apoio que teve de seu grupo político e de pessoas que acreditaram na sua proposta eleitoral. “Além do grupo forte de trabalho, contamos com uma boa nominata de candidatos a vereador, que levaram o nome da majoritária junto em suas campanhas, além do apoio de outros candidatos”, considera.

Appolo salientou ainda as suas boas relações com as religiões “que acabam agindo de forma eficiente onde o poder público falha, e por isso contam com o meu total respeito. Tenho grande vínculo com os mais humildes, e esse é o meu grande compromisso, estar atento às necessidades do povo e garantir que o dinheiro público seja bem empregado”, confirmou Appolo.

Fonte: O Alvoradense