Projeto conta com 27 modelos diferentes de folhetos | Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini /OA
Projeto conta com 27 modelos diferentes de folhetos | Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini /OA

Os passageiros dos ônibus intermunicipais do Rio Grande do Sul têm desde esta terça-feira (16), uma excelente opção para passar o tempo do deslocamento de suas viagens: lendo textos de autores gaúchos novos e também dos já consagrados.

Um ato simbólico realizado na Estação Rodoviária de Porto Alegre, que contou com a participação do secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, marcou o inicio do projeto Prosa na Estrada.

A ideia da escritora Valesca de Assis evoluiu para o projeto desenvolvido pelo Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e Associação Gaúcha de Escritores (Ages). Contou ainda com o apoio da Companhia Riograndense de Artes Gráficas (Corag), Celulose Riograndense e Associação Riograndense de Transporte Intermunicipal (RTI).

São 27 folhetos com textos de 30 autores, sendo 23 selecionados por edital e sete de autores consagrados já falecidos (Moacyr Scliar, Sérgio Jockyman, Caio Fernando Abreu, Cyro Martins, João Simões Lopes Neto, Vera Karam e Carlos Carvalho).

Fonte: O Alvoradense