Derrota, quatro cartões amarelos, uma expulsão, outra lesão e vários balões. Esse foi o saldo do Grêmio em cima do Náutico, num jogo em que os três pontos seriam muito bem-vindos, afinal, a vice-liderança do Campeonato Brasileiro estavaem jogo. Luxemburgobem que tentou ao escalar os três atacantes principais: Kléber, Miralles e Moreno. Mas, sem Fernando e Souza, o meio de campo do tricolor gaúcho foi deficiente. E sem criatividade.

Aos três minutos, Náutico deu indícios de que o jogo não seria fácil. Após dar meia luaem Gilberto Silva, Reiner levou perigo ao gol, mas a bola passou por cima do travessão. E os indícios acabaram por aí. O primeiro tempo foi feio. As bolas paradas foram as únicas jogadas que ascenderam as esperanças dos torcedores mais otimistas. Nelas, aos 27 minutos, Moreno e Léo Gago desperdiçaram a chance de marcar. Logo após, Luxemburgo acionou Douglas Grolli para ocupar o lugar de Werley, que, novamente, se lesionou e é dúvida para o jogo de quinta-feira contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil.

A segunda etapa não começou diferente. Sem meias consistentes, os atacantes se valeram da habilidade individual para chegaram à frente e, vez ou outra, dos balões dos jogadores da defensiva. Como no jogo contra o Palmeiras, no finalzinho da partida, quando o empate já estava de bom tamanho para as duas equipes, o zagueiro Ronaldo Alves acabou com o justificável0 a0.

Que a 6ª rodada afaste a assombração Gre-Nal deste final de semana!

Náutico: Felipe; Auremir, Gustavo (Ramirez), Ronaldo Alves, Lúcio (Cleberson); Derley, Martinez, Elicarlos, Souza (Breitner), Rainer e Araújo.

Grêmio: Victor; Edílson (Tony), Werley (Douglas Grolli), Gilberto Silva, Pará; Vilson, Léo Gago, Marco Antonio; Miralles (Rondinelly), Kleber e Marcelo Moreno.

Cartões amarelos: Kleber, Moreno, Rondinelly e Grolli (Grêmio).

Vermelho: Grolli (Grêmio).