A Internet Social da cidade de Alvorada está em pleno funcionamento há uma semana, mas ainda gera dúvidas em grande parte dos usuários.

O projeto, inaugurado pela prefeitura no último dia 14, tem como principal objetivo ampliar o conhecimento, a cultura e a integração com o mundo levando acesso à internet à população mais carente da cidade.

De acordo com um levantamento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), antes de o projeto entrar em vigor, apenas 6,84% dos quase 200 mil moradores de Alvorada tinham acesso à web, índice que é quase três vezes menor do que a média nacional.

São diversas antenas instaladas em prédios públicos em diversos pontos da cidade, espalhando o sinal para dispositivos com tecnologia wireless.

Arte: Jonathas Costa / OA

A redação d’O Alvoradense realizou testes ao longo desta semana para verificar o alcance do sinal disponibilizado pelas antenas instaladas em escolas e repartições públicas do município.

Em todos os pontos visitados, o sinal estava funcionando perfeitamente. O que variou, no entanto, foi o alcance do sinal. Em alguns casos, como o da escola Antônio de Godoy, no bairro Americana, o sinal estava disponível apenas dentro das dependências do colégio.

De acordo com o coordenador do projeto, Cristiano Holstein, esta variação já era esperada. Segundo ele, as pessoas devem adquirir antenas para instalarem em suas casas a fim de aumentarem as áreas de alcance do sinal. O preço destas antenas, segundo ele, varia entre R$ 70 e R$ 200.

Após a instalação, é necessário fazer um cadastro para acessar a internet. Aqueles usuários que desejam o acesso à rede “Prefeitura de Alvorada” necessitam da liberação do cadastro que, segundo o cordenador, em dias úteis e horário comercial, é liberado quase que imediatamente.

Para a realização do cadastro não é necessário ir até a prefeitura. Assim que a rede é detectada pelo dispositivo e o navegador é iniciado, o usuário é direcionado ao portal Alvorada Digital para preencher os dados necessários, criar uma senha e aguardar o deferimento, que não ultrapassa 24h para ser efetuado. A partir de então, já é possível utilizar normalmente a internet gratuita.

Segundo a prefeitura, novas antenas ainda serão instaladas na cidade.

Ônibus vai percorrer os bairros

Para tirar todas as dúvidas que possam ter ficado sobre o processo de cadastro e utilização da internet social, o ônibus, que até a tarde de sábado esteve estacionado na Praça Central, começa a se deslocar pelos bairros para tirar as dúvidas e efetuar cadastro dos moradores que desejam utilizar o serviço.

Fonte: Amanda Fernandes / O Alvoradense