Vanio Presa não concorreu à reeleição, mas participou da campanha de Appolo | Foto: TV Cidade / Especial / OA

O PMDB de Alvorada divulgou nota no início da tarde desta quarta-feira (9) onde nega qualquer tipo de envolvimento com o suposto esquema e lavagem de dinheiro na campanha eleitoral, apontado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul e pela Justiça Eleitoral no âmbito da Operação Alderman.

O partido também informou que Vanio Presa, que teve pedido de prisão preventiva decretado pela Justiça, é “um dos cinco mil filiados do partido na cidade, sempre se mostrou uma pessoa íntegra e nunca apresentou nenhum desvio de conduta”.

Em agosto, o partido chegou a anunciar Vanio como candidato a vice-prefeito na chapa com Appolo. Dias depois, após a aproximação com o PDT e o anúncio da coligação, Vanio deu espaço a Valter Slayfer.

O texto, assinado por Sergio Coutinho, afirma ainda que o partido ficou surpreso com a denúncia. Até o início da tarde desta quarta, Vanio Presa permanecia foragido da Justiça.

Confira a nota na íntegra:

Nota oficial

O PMDB de Alvorada – Em nome de seu presidente Sergio Coutinho, vem a público por meio desta, informar à sociedade Alvoradense sobre o ocorrido com um dos vereadores do nosso partido, “Vanio Presa” que esta sendo investigado pelo Ministério Público. Cumpre esclarecer, que o PMDB de Alvorada, apenas tomou ciência da situação na data de ontem dia 08/11/2016 pela imprensa, portanto ainda aguarda informações sobre a denuncia do ministério Público. Cabe ainda esclarecer que o vereador é um dos cinco mil filiados do partido na cidade, e sempre se mostrou uma pessoa íntegra e nunca apresentou nenhum desvio de conduta, por isso nós ficamos surpresos com a denuncia.

Nesta nota reafirmamos nosso compromisso com a verdade e estamos à disposição da Justiça para qualquer esclarecimento em nome do PMDB de Alvorada. “Acreditamos na justiça e garantimos que se confirmada a denuncia, o partido tomará as ás medidas cabíveis para garantir que o nome e a história do partido na cidade, não seja manchado”. Ainda sobre a denúncia, onde o MP cita o prefeito eleito Appolo, garantimos a todos que nunca existiu qualquer valor sem origem para financiar nossa campanha eleitoral na cidade, e que todas as nossas prestações de contas eleitorais da campanha, já estão à disposição do TRE/RS. Nossa campanha na cidade foi pautada de pela ética, seriedade e principalmente honestidade.

Sem mais:
Alvorada 09/11/2016

Sergio Coutinho
Presidente do PMDB de Alvorada

Fonte: O Alvoradense