Hidrante jorrou água na parada 47 por mais de duras horas | Foto: Jonathas Costa/OA
Hidrante jorrou água na parada 47 por mais de duras horas | Foto: Jonathas Costa/OA

Em meio a mais um dia de calor escaldante, agravado pela falta de água que atinge desde a madrugada mais de vinte bairros de Alvorada, uma cena chamou atenção dos motoristas e pedestres que passavam pela parada 47 da avenida Presidente Getúlio Vargas, no Centro, nesta sexta-feira (31).

De um lado da via, na esquina com a rua Bandeirantes, um hidrante jorrava água por mais de duas horas. Segundo lojistas próximos ao local, a água começou a sair perto das 11h.

Antes do que isso, no entanto, do outro lado da Getúlio Vargas, na esquina com a rua Oceania, um bueiro transbordava água desde antes das 10h.

A cena deixou muitos moradores revoltados. Houve quem aproveitasse a cena para se refrescar do calor lavando pés e mãos. A água que sai de ambos os lados da avenida era limpa e gelada, o que levou várias pessoas a encherem garrafas e baldes.

Alguns lojistas do entorno, que assim como os demais bairros da cidade seguem sem água nas torneiras, buscavam de balde a água para utilizar em banheiros.

Além do hidrante, do outro lado da rua um bueiro também jorrava água para fora | Foto: Jonathas Costa/OA
Além do hidrante, do outro lado da rua um bueiro também jorrava água para fora | Foto: Jonathas Costa/OA

Corsan nega desperdício
Uma equipe da Corsan chegou ao local por volta das 13h30min e fechou o hidrante. Segundo um dos funcionários que realizava o procedimento, foi a própria empresa quem abriu o bueiro e o hidrante. “Esse processo garante que a pressão interna do sistema de bombas seja mantido, evitando que haja danos ao sistema quando a água voltar”, explicou.

Ainda de acordo com o funcionário, as bombas que captam água do Rio Gravataí voltaram a funcionaram por volta das 8h. Mais cedo, em contato com O Alvoradense, a Corsan informou que o abastecimento de água deve ser normalizado na cidade até à noite.

Por volta das 13h30min um funcionário da Corsan fechou o hidrante. Segundo ele, equipamento estava aberto para regular pressão interna do sistema | Foto: Jonathas Costa/OA
Por volta das 13h30min um funcionário da Corsan fechou o hidrante. Segundo ele, equipamento estava aberto para regular pressão interna do sistema | Foto: Jonathas Costa/OA

Fonte: O Alvoradense