Vendas devem superar os 400 mil aparelhos e faturar R$225,5 milhões | Foto: Divulgação / OA

Os smartphones devem figurar entre os presentes favoritos neste Natal de 2013. A informação foi divulgada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) na manhã desta sexta-feira (20).

De acordo com o estudo realizado pela FCDL-RS a tendência é que a venda dos smartphones ultrapasse os 400 mil no Estado, gerando um faturamento de R$225,5 milhões para esta categoria de produtos.

As vendas de smartphones do Natal gaúcho deverão manter coerência com a dinâmica nacional e crescer ao redor de 150% quando comparadas às Festas de 2012.

Espera-se a venda de cerca de 410 mil aparelhos no estado nesses últimos dias de 2013, a um preço médio de R$ 550,00, gerando uma expectativa de faturamento da ordem de R$ 225,5 milhões somente com essa categoria de produtos.

Desde o segundo trimestre de 2013, o Brasil passou a vender mais smartphones do que celulares comuns. Nesse período foram comercializados 8,3 milhões de aparelhos com internet e 7,07 milhões de telefones móveis com menos tecnologia.

Isso significa uma alta de 25% em relação ao trimestre anterior e de 147% frente ao mesmo período de 2012. A venda de celulares comuns caiu 33% em relação ao ano passado. O crescimento deste item foi ainda maior no terceiro trimestre desse ano, pois o número de smartphones vendidos foi 10,4 milhões.

Esse movimento comercial significa mais do que boas vendas para os lojistas. Esses números consolidam importantes mudanças nos hábitos de comunicação dos brasileiros.

“Uma boa câmara fotográfica no aparelho ainda pode fazer a diferença para muitas pessoas, mas o fundamental, especialmente para os mais jovens, é a conectividade com a internet” explica o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

A conexão possibilita acesso a redes sociais, ferramentas de mensagens de texto e vídeo, além de uma nova forma de consumo no varejo. As vendas via internet no Black Friday chegaram a R$ 770 milhões, um aumento de 217% em relação ao mesmo evento em 2012, então a popularização dos smartphones está consolidando as lojas online.

Fonte: O Alvoradense