Final de semana em Alvorada foi marcado por reparos em casas atingidas pelo temporal de granizo | Foto: CCS/Divulgação/OA
Final de semana em Alvorada foi marcado por reparos em casas atingidas pelo temporal de granizo | Foto: CCS/Divulgação/OA

O temporal de granizo que atingiu Alvorada no final de semana não pegou apenas os moradores da cidade desprevenidos. Algumas lojas de materiais de construção viram seus estoques acabarem em poucos minutos.

• FOTOS: Veja imagens dos leitores
• VÍDEO: Assista à queda do granizo

Segundo o gerente da madeireira Oliveira Materiais de Construções, Laoni Oliveira, a loja, que não funciona nos sábados, abriu no domingo às 7h e antes das 9h já tinha esgotado os estoques de telhas e mantas asfálticas.

Para não aumentar os preços, Laoni optou por esperar a fábrica efetuar a nova entrega de materiais, o que deve acontecer até o final do dia de hoje. Essa medida diminuiu o movimento da loja nesta segunda-feira (03), mas a procura, segundo ele, continua grande.

Quem ainda dispõem de estoque segue com movimento intenso neste começo de semana. É o caso da Madeireira Carlesso que, desde sábado, logo após o temporal, reabriu as portas da loja para atender inclusive os seus funcionários que tiveram as casas atingidas pelas pedras de granizo.

A madeireira organizou um mutirão para atender a população e vendeu, segundo o gerente Eliseu Pellenz, o equivalente a três meses de trabalho em apenas uma manhã. Nesse domingo (02) a loja funcionou até às 12h, com filas do lado de fora que iniciaram antes das 8h.

“Mesmo com a loja cheia d’água abrimos para ajudar a população”, comenta Aline Pereira, da madeireira Nova Casa. Segundo Aline, a loja já havia fechado quando o temporal atingiu a cidade, mas alguns funcionários foram até local verificar se haviam estragos causados no prédio. Ao perceber a movimentação, uma fila de moradores já se formou do lado de fora, o que levou a loja a reabrir as portas. O movimento foi intenso até às 23h, quando os estoques já estavam chegando ao fim.

Na Virtual Materiais de Construção a estimativa de aumento das vendas em apenas um dia, feita pelo gerente Elisandro Soares, é entre 13% a 15%. Segundo ele, a loja que não costuma abrir aos domingos, iniciou a distribuição de senhas ontem às 8h e teve que estender o atendimento até as 15h devido a demanda.

Hoje, o movimento continua intenso e as entregas estão sendo marcadas a partir da tarde de terça-feira (04).

Todas as lojas procuradas pela reportagem afirmaram não modificar os preços e manter as promoções, comuns nessa época, de materiais como telhas e vedantes para calhas, além de garantirem que até o final do dia os estoques, afetados pela intensa procura, serão repostos.

Leia mais:
Moradores da vila Cedro fecham avenida em protesto por ajuda após temporal
Defesa Civil monta operação de emergência para atender população após temporal

Fonte: O Alvoradense