Em setembro de 2015, vice-prefeito Arlindo Slayfer voltou ao PDT, partido que agora deixou a base do governo Serginho | Foto: Luiz Carlos Lima Nunes / Especial / OA

O vice-prefeito Arlindo Slayfer se filiou ao PDT durante ato político ocorrido na noite desta terça-feira (22). Arlindo foi eleito em 2012 pelo PSB ao lado do Professor Serginho, do PT.

No início deste ano Arlindo se opôs ao governo após aprovação da atualização da planta de valores do município e o consequente aumento do IPTU, que em alguns casos superou os 100%.

Durante o recesso de Serginho, Arlindo revogou a lei e chegou a demitir cinco secretários municipais, todos próximos ao prefeito. O episódio criou uma grave crise política na prefeitura.

Na ocasião, o PSB chegou a emitir nota afirmando não compactuar com as atitudes de Arlindo, que ficou isolado no paço municipal.

Já o PDT passou a integrar oficialmente o governo Serginho em janeiro deste ano – apesar da bancada na Câmara votar junto com o governo desde o seu início.

Hoje a sigla possui três secretarias. Apesar disso, desde a entrada oficial no governo o partido não confirma coalizão com o PT para as eleições do ano que vem.

Serginho compareceu ao ato político de filiação de Arlindo e disse que o “PDT devolveu” a ele o seu vice.

A filiação de Arlindo ocorre dentro do prazo legal para disputar o pleito de 2016. Apesar da troca de partido, Arlindo segue vice-prefeito, já que a Justiça Eleitoral determina regras de fidelidade apenas para o Legislativo.

Fonte: O Alvoradense