Guilherme tem 25 anos e segue internado em estado grave no Hospital de Viamão | Foto: Arquivo Pessoal / OA

O jovem Guilherme de Almeida Soares, de 25 anos, atropelado em cima da calçada na rua Jovelino de Souza na manhã da quinta-feira (20), segue em estado grave no Hospital de Viamão. Internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) desde ontem, Guilherme está em coma induzido e respira com ajuda de aparelhos. Ele teve traumatismo craniano e fraturas na perna e no braço.

Segundo a equipe médica responsável pelo atendimento à vítima, Guilherme teve múltiplas fraturas no cérebro e seu caso ainda é considerado grave. Ele já passou por dois procedimentos cirúrgicos.

A Polícia Civil iniciou nesta sexta-feira a investigação do caso. Câmeras de segurança da região estão sendo analisadas a procura da placa do veículo, um Golf de cor preta. Algumas peças que caíram do carro no momento da colisão podem ajudar a identificar detalhes do veículo. Pela tarde, testemunhas começaram a ser ouvidas pelos investigadores.

Familiares e amigos de Guilherme organizam um protesto para a manhã de segunda-feira no local do acidente. A intenção é exigir rapidez na investigação e a instalação de um quebra-mola no local.

Entenda o caso
Guilherme caminhava rua Jovelino de Souza, no bairro Bela Vista, por volta das 8h30min quando já próximo de sua casa o Golf em alta velocidade subiu a calçada, colidiu contra um orelhão e um veículo estacionado e o atingiu pelas costas. A rua onde ocorreu o acidente é uma lomba e o carro subia em direção ao topo da ladeira. Antes de atingir a vítima, o carro ainda subiu dois desníveis presentes na calçada.

Apesar da sequência de colisões, Guilherme possivelmente não desviou do carro porque no momento do acidente utilizava fones nos ouvidos.

O motorista fugiu sem prestar socorro. Uma moradora presenciou a cena e tentou seguir o veículo, mas não obteve sucesso.

 

Vítima foi socorrida por vizinhos e levada pelo Samu ao Hospital de Alvorada, onde acabou transferida para Viamão | Foto: Anderson Soares / Especial OA
Vítima foi socorrida por vizinhos e levada pelo Samu ao Hospital de Alvorada, onde acabou transferida para Viamão | Foto: Anderson Soares / Especial OA

Fonte: O Alvoradense