Foto: Polícia Civil / OA

A Operação Aurora, desencadeada na manhã desta terça-feira (9), pela Polícia Civil, teve como principal objetivo desarticular organização criminosa responsável pelos crimes de roubo de veículo, receptação qualificada, adulteração de sinal identificador de veículo e porte ilegal de arma de fogo.

Foi realizada pela Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubo de Veículos (DRV), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), nos de Alvorada, Porto Alegre, Cachoeirinha, Viamão e na Penitenciária Modulada de Osório, sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, com cinco pessoas presas preventivamente.

Foram , ainda, apreendidos três veículos, uma arma de fogo, dinheiro, aparelhos de telefone celular, relógios de luxo, entre outros objetos de prova. Setenta Policiais Civis participaram da Operação.

As investigações iniciaram há seis meses e, segundo o delegado Rafael Liedtke, foi quando policiais civis descobriram a existência de um esquema criminoso orquestrado por dois homens, um deles detido na Penitenciária Modulada de Osório, 28 anos, com antecedentes por homicídio, tráfico de drogas, extorsão, roubo a residência e porte ilegal de arma de fogo. De lá ordenava a prática de crimes de roubo de veículos em Porto Alegre e região metropolitana. O outro envolvido, de 29 anos, possui antecedentes por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, receptação, roubo a pedestre, roubo a estabelecimento comercial e roubo de carga.

A Operação foi batizada de Aurora porque as ações criminosas aconteciam no início da manhã, quando a população está saindo para trabalhar.