Nível das águas no Feijó está próximo de alcançar as pontes | Foto: Jonathas Costa / OA

A série de temporais que começou ontem em todo Estado já causou transtornos em alguns pontos da cidade.

Além dos problemas no trânsito no final da tarde de ontem e começo da manhã de hoje, alguns pontos de Alvorada apresentaram alagamentos.

A situação mais complicada é a dos moradores próximos do Arroio Feijó.

A chuva intensa elevou o nível das águas barrentas do Feijó, o que pode fazê-lo transbordar nas próximas horas.

Técnicos da Secretaria de Serviços Urbanos realizaram vistoria na região nesta manhã para decidir quais serão os próximos passos, tendo em vista a grande aglomeração de moradores que vivem na região.

Segundo o secretário Sergio Roberto Coutinho, no entanto, até o momento tudo está sob controle. Ainda assim a secretaria segue monitorando e não descarta a possibilidade de retirada de moradores da região.

Outros pontos da cidade também já registraram pontos de alagamentos durante a noite de ontem e madrugada de hoje. No bairro Maringá o volume de chuva chegou alagar algumas casas na rua Alfredo da Rocha.

Na Piratini alguns pontos de alagamentos também foram registrados. Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada na rua Martinho Lutero para auxiliar em pontos de alagamentos.

Como os volumes de chuva previstos para os próximas horas deve ser grande o alerta continua. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) a chuva ainda vai longe e deve durar até o final desta semana.

A união entre as temperaturas elevadas e a massa de ar frio que está em contato com o Estado são as causadoras da formação de nuvens carregadas que vem causando chuva forte no Rio Grande do Sul desde o último domingo.

Este fenômeno deve continuar ganhando força ao longo desta terça-feira e os volumes de chuva previstos para hoje pode ultrapassar a marca dos 150 mm em algumas horas.

Leitora Gislaine Kopplin enviou imagem do alagamento na sua casa, no birro Maringá | Foto: Gislaine Kopplin / Especial OA
Leitora Gislaine Kopplin enviou imagem do alagamento na sua casa, no birro Maringá | Foto: Gislaine Kopplin / Especial OA

Fonte: O Alvoradense