“As coisas não vão se resolver assim, vai ter muita luta”, diz Dilma

Presidente comentou decisão que anula o processo do impeachment na Câmara

287

A presidente Dilma Rousseff recebeu a notícia da anulação do processo do impeachment, anunciada pelo presidente interino da Câmara dos Deputados Waldir Maranhão (PP-MA) no fim da manhã desta segunda-feira (9), pelo celular durante anúncio de criação de cinco novas universidades federais. A cerimônia ocorria no Palácio do Planalto com representantes de entidades educacionais.

Ao comentar a decisão, Dilma avaliou que é preciso ter serenidade para lidar com a situação. “Por favor, tenham cautela. Nós vivemos uma conjuntura de manhas e artimanhas”, avaliou, ao também aconselhar: “Temos pela frente uma disputa dura, cheia de dificuldades. Peço encarecidamente para os parlamentares e a todos nós que tenhamos tranquilidade para lidar com isso.”

Ainda assim, presidente considerou que o processo ganha a partir de agora novos rumos. “É fundamental que a gente perceba que as coisas não vão se resolver assim. Vai ter muita luta e muita disputa”, garantiu.

O Senado Federal marcou para as 14h desta segunda-feira a leitura do relatório da comissão que analisa o processo de impeachment. A votação em plenário está marcado para quarta-feira (11).

“Minha disposição de resistir até o fim é porque tenho clareza das irregularidades do processo”, justificou a presidente, ao afirmar que ela e seus apoiadores terão “uma pauta clara de luta”.

Fonte: O Alvoradense