O Ministério das Cidades aprovou, na semana passada, dia 24, os recursos do PAC 2. Os recursos são voltados a projetos de mobilidade nas grandes cidades do país. Eles serão destinados a 51 municípios de 18 estados incluídos no programa. Segundo a presidente, Dilma Rousseff, os projetos preveem linhas de metrô, Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e corredores de ônibus em cidades com mais de 700 mil habitantes.

No estado, nove cidades serão contempladas com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Entre elas Porto Alegre, Esteio, Novo Hamburgo, Viamão e Gravataí.

Alvorada, com quase 200 mil habitantes, é uma das cidades da Região Metropolitana que terá corredores de ônibus. O projeto é dividido em três eixos. O nordeste, que inclui Alvorada, terá faixas exclusivas para ônibus, visando à integração com o Metrô de Porto Alegre.

O projeto básico da estrutura em Alvorada prevê 4,9 km de extensão, na avenida Getúlio Vargas, que vai do pórtico da cidade até a parada 56. O custo estimado para a obra é de R$ 42 milhões, sendo que R$ 4 milhões de contrapartida e R$ 38 financiados junto ao Estado.

Na primeira quinzena de dezembro será feita uma audiência pública, com representantes do PAC nas nove cidades integradas no PAC 2 Mobilidade Grandes Cidades. Na audiência, será apresentada à população local a proposta da implantação dos corredores de ônibus, que poderá receber sugestões.

Os municípios terão prazo de até 18 meses, a partir da data da publicação no Diário Oficial da União, para a entrega dos projetos. Segundo o governo federal, se as prefeituras não atenderem a exigência, serão excluídas do programa.

Saiba mais sobre o projeto:

 

Fonte: Aline Vaz / O Alvoradense