Motoristas chegaram a bloquear a avenida Presidente Getúlio Vargas em protesto pelas multas | Foto: Pascom/Divulgação/OA
Motoristas chegaram a bloquear a avenida Presidente Getúlio Vargas em protesto pelas multas | Foto: Pascom/Divulgação/OA

A atitude do policial do 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM), que multou um caminhoneiro durante a procissão de São Cristóvão na manhã do domingo (28), vai ser analisada pelo comando da BM de Alvorada. 

• FOTOS: Veja as imagens da procissão

O fato foi classificado como isolado pelos responsáveis do batalhão. “Foi um ato falho. A Brigada Militar apoia o movimento e entende que eventos desta natureza, mesmo que de cunho religioso, são demonstrações de ações sociais dos alvoradenses”, afirmou o sargento Elias Valdez.

Durante a procissão um dos policias que acompanhavam o cortejo notificou um dos motoristas três vezes. Os caminhoneiros, no entanto, chegaram a falar em 14 condutores multados, o que gerou indignação. A avenida Presidente Getúlio Vargas chegou a ser bloqueada pelos caminhoneiros.

“O comando do BPM vai apurar os fatos e o peso das infrações”, explicou Valdez. “A atitude do policial também vai ser analisada e se for constatado irregularidades pode haver uma sanção indisciplinar”.

Fonte: O Alvoradense