Cerca de 4,5 mil servidores que circulam pelo CAFF diariamente devem participar da simulação | Foto: Alina Souza /  Palácio Piratini / Especial OA
Cerca de 4,5 mil servidores que circulam pelo CAFF diariamente devem participar da simulação | Foto: Alina Souza / Palácio Piratini / Especial OA

O Grupo de Trabalho de Prevenção de Incêndios da Secretaria de Administração e dos Recursos Humanos (SARH) vinha articulando, desde maio deste ano um exercício de evacuação do prédio em situações de emergência.

O simulado desta quarta-feira (14) visa testar equipamentos de segurança do prédio e treinar os servidores brigadistas para atuarem em situações de risco dentro das dependências onde trabalham.

A partir das 15h desta quarta-feira o atendimento ao público pelas secretarias sediadas no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) estarão fechadas para o treinamento de evacuação.

Às 15h quando o alarme de incêndio tocar no 5º andar do prédio os brigadistas – são pelo menos quatro por pavimento – devem iniciar o trabalho de evacuação dos espaços orientando os servidores pelas escadas de incêndio. Divididos em dois grupos: líderes (que orientam os servidores até a saída) e cerra-filas (que se certificam de que todos os espaços foram evacuados) os brigadistas estarão identificados com jalecos contento informações sobre sua função, andar e ala pela qual são responsáveis.

Cada grupo terá registrado o horário de chegada do líder e cerra-fila, além do número de pessoas conduzidas por eles para que seja possível assinalar o tempo de evacuação de cada andar e o número de pessoas que deixaram o prédio.

A Brigada de Incêndio já foi orientada sobre os pontos de encontro onde ficarão os servidores, assim como o posto de atendimento da Samu e dos procedimentos de primeiro atendimento caso haja alguma vítima real durante a simulação. O sistema de monitoramento do CAFF terá um profissional verificando todos os espaços do edifício e apontar aos órgãos de emergência a necessidade de socorro. Um elevador será mantido em funcionamento durante a simulação.

A operação contará com o apoio do 1º Comando Regional de Bombeiros; do Grupamento de Busca e Salvamento; da Escola de Bombeiros; do Samu e EPTC.

O processo de organização do simulado chamou a atenção de oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB) que irão acompanhar o exercício desta tarde, assim com o Centro de Estudos e Pesquisas de Desastres (Cedep)

Junto com o simulado dois novos canais de comunicação serão colocados em prática no dia de hoje para que os servidores denunciem situações de risco dentro do CAFF. O ppci@sarh.rs.gov.br; e o telefone, com ramal 9999, funcionarão como uma ouvidoria.

O Centro Administrativo abriga 17 secretarias estaduais e possui cerca de 4,5 mil servidores circulando diariamente

Fonte: O Alvoradense