2 a 1. Inter sofreu, mas virou sobre o Caxias e conquistou o Gauchão de 2012 com gols de Sandro Silva, aos 21 minutos do 1º tempo, e de Leandro Damião, aos 26 minutos do 2º.| Foto: Alexandre Lopes/ Inter/ OA

Há muitos anos que não se via uma final de Campeonato Gaúcho que os envolvidos não fossem a dupla Gre-Nal. Normalmente os times do interior mostravam o seu talento nas primeiras etapas da competição mas sabiam que no final de tudo, quem ficava com as medalhas eram os times da capital. Mas nesse ano aconteceu o inesperado. E acredito que tanto Inter quanto Caxias gostaram do que viram.

Foi um bom jogo. Bom não, um ótimo, afinal todo mundo gosta da virada. Os colorados em casa simplesmente sofreram tudo o que podiam no primeiro tempo. Pois quem saiu estufando as redes foi o time de Caxias do Sul. Aos 26 min, Wrangler cobrou escanteio da direita, a bola foi desviada e quem aproveitou foi Michel fazendo 1 a 0 para o Caxias. Não bastasse o time do Inter levar o gol, ainda estava vendo um adversário com muito mais força, muito mais fome de bola e vontade de vencer. Não é para menos, o time da serra não vence um gauchão desde 2000.

A estrutura colorada foi bem mexida depois do segundo tempo. Na segunda parte do jogo o colorado entrou mais disposto e fazendo mais passes importantes. Méritos ao goleiro caxiense, Paulo Sérgio. Além de fazer vários milagres no decorrer dos 45 minutos finais, ele ainda segurou um pênalti batido por Nei. Derrota para o Flu-minense no meio da semana, eliminação da Libertadores e agora um título perdido em casa. Isso seria muita pressão para um coração de torcedor. Mas quem apagou essa ilusão foi Sandro Silva, o nome do jogo. Com 21 minutos o empate ocorreu nos pés do volante que aproveitou a sobra na área e bateu colocado. A virada vermelha saiu cinco minutos depois, quando Fabrício acertou o cruzamento e Leandro Damião mandou de cabeça.Com isso o jogo ficou mais equilibrado.

A base de ataque do Caxias relaxou e o Inter só levou o jogo na calmaria. Quase que fez o terceiro com a sua estrela forte, Damião, mas não passou disso. O resultado ficou no 2 a 1 mesmo. O Internacional levantou pela 41º vez a taça da competição regional.  O Caxias foi um grande guerreiro em todos os 180 minutos de jogo. Mostrou ser uma equipe bem forte e compenetrada para disputar a série C do Brasileiro. Já o Inter, agora é foco no Brasileirão que se inicia no próximo domingo, dia 20.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Sandro Silva, Guiñazu e Tinga (Tinga); Oscar e Dátolo (Dagoberto); Leandro Damião. Treinador: Dorival Júnior

CAXIAS: Paulo Sérgio; Michel, Lacerda, Jean e Fabinho; Umberto (Marcos Paulo), Paraná (Alisson), Mateus e Wangler; Caion e Wanderley (Rafael Santiago). Treinador: Mauro Ovelha.
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS).

 

Fonte: O Alvoradense