Na casa do casal havia em torno de meio milhão de reais | Foto: Denarc / Divulgação / OA

A Delegacia de Investigação do Narcotráfico (Denarc) realizou sua maior apreensão de dinheiro em espécie nesta quinta-feira (28). Um casal foi preso por envolvimento com narcotráfico e porte ilegal de arma de fogo. Os dois fariam parte de organizações criminosas que atuavam na Região Metropolitana.

O grupo vinha sendo investigado há quatro meses pelo Denarc. A prisão destas duas pessoas representa a primeira ação da polícia para acabar com essa organização criminosa. Os presos atuavam em tráfico de drogas, tráfico de armas de fogo, estelionato e fraudes.

O mandado de busca era para um imóvel localizado no bairro Jardim Alvorada. Entre o casal de moradores estava um homem, 33 anos de idade, com registros policiais por desacato, lesão corporal e ameaça. A mulher, de 25 anos, é estudante do curso de Direito.

Presos terão que comprovar origem lícita dos bens apreendidos pela polícia | Foto: Denarc / Divulgação / OA
Presos terão que comprovar origem lícita dos bens apreendidos pela polícia | Foto: Denarc / Divulgação / OA

Na residência do casal havia cerca de meio milhão de reais, entre R$ 235 mil em espécie e cheques de diversos valores. A polícia também apreendeu uma arma de fogo com numeração raspada, munições de diversos calibres, utensílios utilizados para o porte de armas, recarga e carregadores. Além disso, os suspeitos tinham carros de luxo que ultrapassam 200 mil reais.

Os bens ficarão apreendidos até que os investigados comprovem origem lícita. Segundo o delegado Maurício Barison, as investigações prosseguem com o objetivo de comprovar, ou não, a prática de crimes como lavagem de dinheiro.

O casal foi encaminhado ao sistema prisional.

Fonte: O Alvoradense