Filas por emprego crescem na região / Foto: Reprodução / OA

Os números da Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA), divulgados nesta quarta-feira (26) pela Fundação de Economia e Estatística (FEE) apontaram 11% no índice de desemprego em setembro, contra 10,7% em agosto da População Economicamente Ativa (PEA).

Em números, os desempregados chegaram a 211 mil pessoas na região, com um aumento de 7 mil em relação ao mês anterior. Os dados da pesquisa mostram que o desemprego subiu pelo segundo mês consecutivo na região. Nos últimos 12 meses, aumentou em 14 mil o número de desempregados.

Mesmo assim, Porto Alegre é a capital com o menor número de desempregados em setembro em relação a outras quatro regiões pesquisadas: São Paulo, Distrito Federal, Salvador e Fortaleza.

O nível ocupacional subiu 0,4% em relação ao mês anterior e o contingente foi estimado em 1.705 mil ocupados. Com referência aos setores de atividade analisados, houve aumento no comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (mais 12 mil ocupados, ou 3,8%), na indústria de transformação (mais 4 mil ocupados, ou 1,3%) e na construção (mais 3 mil ocupados, ou 2,5%). Contudo , foi registrada redução nos serviços (menos 12 mil ocupados, ou -1,3%).

Entre setembro de 2015 e setembro de 2016, a taxa de desemprego total na RMPA aumentou de 10,1% para 11,0% da PEA. No mesmo período, a taxa de desemprego aberto elevou de 8,8% para 9,9%. Na comparação anual, o contingente de desempregados teve um acréscimo de 14 mil pessoas.

Fonte: O Alvoradense